Home / Saúde / Departamento de Saúde de Pau dos Ferros confirma a morte de calazar

Departamento de Saúde de Pau dos Ferros confirma a morte de calazar



  Pau dos Ferros, uma cidade a 389 quilômetros de Natal, teve uma morte de calazar confirmada pelo departamento de saúde do município. Foto: Google Maps

Pau dos Ferros, cidade a 389 quilômetros de Natal, teve uma morte de calazar confirmada pelo departamento municipal de saúde. Foto: Google Maps

O departamento de saúde do município de Pau dos Ferros, distante 389 quilômetros de Natal, confirmou a morte de 59 anos devido à leishmaniose visceral, chamada calazar. A Secretaria de Saúde divulgou nota no sábado (18), informando que a paciente estava internada no hospital regional de Cleodon Carlos de Andrade, na cidade e, com óbito, o acompanhamento epidemiológico solicitou os prontuários dos pacientes para confirmar a doença.

"Também enfatizamos que estamos determinados a garantir a segurança e saúde da população em geral, bem como nossos cães locais", disse o secretário.

O secretário também enfatizou a importância de examinar os animais. "

O secretário também enfatizou a importância de examinar os animais." Enquanto estamos preocupados em abordar as demandas humanas, procuramos avaliar os animais. Os animais da comunidade foram avaliados e os testes rápidos foram realizados com uma média de 25 minutos. Os cães que tiveram o resultado positivo, logo após as amostras de sangue coletadas, foram encaminhados ao Laboratório Regional do Estado para serem submetidos a exames sorológicos, encaminhamos ao Laboratório de Natal para confirmação laboratorial ", explicou

a Secretaria Saúde de Pau dos Ferros confirma que cerca de 60 dias desde que o mesmo laboratório regional (Larep) da State Management fechou a recepção da amostra, alegando que não há espaço para o empacotamento das amostras sorológicas e Lacen disse não haver profissionais para avaliações sorológicas

Calazar

Visceral leishmaniose, popularmente conhecida como calazar, é transmitida por picadas de mosquito, este tipo de leishmaniose afeta os órgãos internos, geralmente baço, fígado e medula óssea.

No ambiente urbano, as fontes de infecção doméstica pelo mosquito são: Os sintomas da leishmaniose visceral humana são febre prolongada, aumento do fígado e baço, perda de peso fraqueza, diminuição da força muscular, anemia e outras manifestações.
Limpeza periódica dos quintais, remoção de substâncias orgânicas em decomposição (folhas, frutos, fezes)

Medidas preventivas

As medidas de prevenção da leishmaniose defendidas pelo Ministério da Saúde são:

resíduos para evitar o desenvolvimento de mosquiteiros
• Limpeza de animais e outros detritos que promovem a umidade do solo, onde os mosquitos se desenvolvem.


Source link