Home / Desporto / Benfica prepara três marcadores: saiba quem são

Benfica prepara três marcadores: saiba quem são



O primeiro e mais antigo, 18, já está no time B, o segundo tem 17 e é o artilheiro, mas ainda existe um nome na elite da águia, 16

Desde a inauguração do Centro de Estágio Incarnado em 2006, a fábrica de Talentos não produziu uma ponta de lança que teve vingança, que é uma missão que, THE GAME, está prestes a ser calibrada de frente limpa, diferente da função desempenhada por João Félix e que resultou na produção de atletas como Bernardo Silva, Gonçalo Guedes, Knight ou Helder Costa.

No "forno" agora existem três pontos, um a mais que o número que Luís Filipe Vieira anunciou em entrevista à TVI, dizendo que os Eagles "terão dois em breve" e que "um tem 18 anos ".

Segundo Gonçalo Ramos, promovido do juvenil ao time B, e titular da Seleção Nacional Sub-19 na última categoria européia, o que impediu que, a partir de agora, permanecesse com frequência: apareceu mais tarde, então ainda não marcou.

O ex-meio-campista, seu físico, poder, força e habilidade de chute o levaram à segunda posição de atacante, mas acabou sendo levado à liderança na equipe nacional e no Benfica. Ainda haverá pelo menos uma temporada da equipe B para amadurecer e se adaptar à maior demanda. Na última temporada, ele marcou 20 gols em 35 jogos.

Henrique Araújo, que tem seis convocados (seis gols em seis partidas) e, na época, segue a última temporada, os jovens (33 partidas e 37 gols) depois de jogar ingressou no Marítimo, onde marcou 55 gols em 33 partidas em 2017/18. Com 17 anos, ele é visto como um animal menos elegante, mas muito eficaz na área.

Atualmente, há mais uma promessa de 16 anos na lista. Acabado de chegar de V. Guimarães e muito disputado, João Resende já está na lista da elite dos Eagles. Chegou ao Seixal e marcou nove gols em cinco jogos pela juventude. No relatório técnico, ele escreveu que tem um enorme potencial e que é um homem talentoso que faz gols em todos os lugares.

José Gomes foi o último exemplo

Formado no Seixal, José Gomes foi o último atacante puro a ter uma oportunidade no time vermelho. Atualmente emprestado à Portimonense, o jovem de 20 anos era uma alternativa 2016/17.

Naquela época, Rui Vitória lançou José Gomes em cinco desafios, motivo pelo qual o internacional sub-20 português provou ser o campeão nacional nesta temporada. Antes, em 2011/12, veio Nélson Oliveira, lançado por Jorge Jesus. Realizou 22 jogos, apenas nove partidas e três gols, e depois emprestou até vender para o Norwich.


Source link