Home / Negócios / As vendas de imóveis caem e a APEMIP pede aos proprietários preços mais baixos

As vendas de imóveis caem e a APEMIP pede aos proprietários preços mais baixos



F Ases durante o primeiro trimestre do ano, quando 16.826 casas de família foram vendidas, uma queda de 2,9%.

Já durante o primeiro semestre do ano, 86.416 casas foram vendidas, neste caso praticamente estáveis. ano a ano (0,1%).

Citações na declaração que acompanha o estudo imobiliário, o Presidente da APEMIP consideraram que "este pouco de resfriamento não é uma surpresa" e que deveria "principalmente por causa da redução no estoque de moradias disponíveis.

" Existem poucas casas no mercado, e muitas das que existem não atendem às necessidades e oportunidades das famílias portuguesas ", disse Luís Lima, acrescentando que os proprietários devem ser adicionados. Preços mais baixos.

" Existem muitos proprietários que vendem cobre pelo preço de ouro, convencido de que tudo vende, mas não realmente. Os potenciais compradores, mesmo os estrangeiros, tornam-se mais cautelosos e pensam duas vezes antes de prosseguir com os negócios. É preciso haver realismo e ajustar os preços às realidades do mercado e dos ativos no portfólio ", afirmou.

Luís Lima ainda considerava" forte "a necessidade de mais casas de classe média e baixa para ajudar

De acordo com o estudo APEMIP das casas vendidas durante o segundo trimestre deste ano, 36.483 eram casas existentes e 6.1

07 novas (menos 6,2% e 9,4%, respectivamente). com o segundo trimestre de 2018, e respectivamente.

O valor das vendas foi de 6,1 bilhões de euros no segundo trimestre, 1,9% menor que o mesmo em 2018.

Durante o primeiro semestre do ano, as vendas foram de 12, 2 milhões de euros, neste caso 5% adicionais.

Por região, 14.804 famílias foram vendidas no segundo trimestre na região ] Metropolitana de Lisboa, 12.043 na região norte, 6.842 na região o, 850 em 3.735 no Algarve, 2.534 no Alentejo, 736 na Madeira e 688 nos Açores.

Seja sempre o primeiro a saber.
Siga o site selecionado pelo segundo ano consecutivo Consumer Choice.
Baixe nosso aplicativo gratuito.

  Download da Apple Store
  Download do Google Play


Source link